(11) 3107-4788 edipro@edipro.com.br     

Josmar Jozino

Caveirinha é o apelido adotado pelo repórter policial Josmar Jozino, que até hoje é chamado assim pelos colegas de redação – é repórter desde 1984 –, por sua aparência magra e pelo fato de que fumava mais de três maços de cigarro por dia. Nesses mais de 30 anos de jornalismo, Caveirinha acumula passagens pelas principais rádios de São Paulo como redator e editor, pela emissora de TV Record e por jornais como Folha Metropolitana de Guarulhos, Diário Popular, Diário de São Paulo, Jornal da Tarde e Agora SP. Jozino foi um dos primeiros repórteres a denunciar a existência do PCC (Primeiro Comando da Capital, uma das principais facções do crime organizado do país) e recebeu a menção honrosa do prêmio Vladimir Herzog de Anistia e de Direitos Humanos em 2000, por uma reportagem publicada no Diário Popular. Em 2005, recebeu novamente a premiação, dessa vez por esta obra, Cobras e Lagartos, na qual relata os bastidores do nascimento do PCC. Em 2008, recebeu pela terceira vez a menção honrosa do prêmio Vladimir Herzog pelo livro Casadas com o crime, que foi finalista do Prêmio Jabuti de literatura. Em 2012, publicou outro livro: Xeque-Mate – O tribunal do crime e os letais boinas pretas. Guerra sem fim. Caveirinha é graduado em Jornalismo e em História e é um apaixonado pela reportagem e pelo Corinthians.

 

close